terça-feira, 29 de março de 2011

Enquanto hospedado na Quinta de Guimarães visite…

Palácio de Mateus (Vila Real – 45 km)

Pode aceder à Casa de Mateus de comboio a partir da estação da Régua com destino a Vila Real ou de automóvel.
Esta magnífica Propriedade é composta por Casa, Capela, Adega e Jardins, tudo erguido no século XVIII.
É interessante mencionar que a casa de Mateus foi construída numa época em que vigorava em Portugal o regime do “morgadio”, por influência da legislação castelhana – Forma de organização familiar que cria uma linhagem e regras para a designação de sucessores, estatutos e comportamentos. Assim, os domínios senhoriais eram inalienáveis, indivisíveis e insusceptíveis de partilha por morte do seu titular, sendo sempre nas mesmas condições transmitidos ao filho varão primogénito e permanecendo os bens na Família ao longo de muitas gerações.
O Palácio de Mateus data da 1ª metade do século XVIII, época em que o 3º filho varão da família a mandou construir, substituindo-a à casa da Família já existente no local desde inícios do século XVII. A traça arquitectónica é de estilo barroco e atribui-se ao famoso arquitecto italiano Nicolau Nasoni. Está classificada como Monumento Nacional desde 1911. Mantém a traça original, embora se conheçam diversas iniciativas de obras por sinais na alvenaria (diferente constituição e espessura). No 1º andar localiza-se o Salão de Entrada, que dá acesso à Biblioteca, à ala de quartos, à Sala do Tijolo e à ala de salas. A ala de quartos dá acesso ao Coro da Capela.
A Capela foi desenhada pelo mestre minhoto José Álvares Rego e concluída pelo 4º filho varão da Família na 2ª metade do século XVIII.
A Adega, situada a norte da Casa, foi a primeira construção a ser adquirida pelos primeiros herdeiros da Família Mateus, antes da construção da Casa.
A Fundação da Casa de Mateus foi instituída em 3 de Dezembro de 1970 por D. Francisco de Sousa Botelho de Albuquerque, Conde de Mangualde, de Vila Real e de Melo, que doou uma parte substancial do seu património a esta instituição.
As suas raízes remontam, porém, às muitas gerações anteriores, educadas fundamentalmente no desejo entre elas transmitido de reunir todo o património e estrutura necessários à construção da Fundação a fim de perpetuar um património Familiar no tempo e partilhar uma memória que ela corporiza e simboliza. Os seus objectivos são claros: preservação da casa, estudo do seu arquivo e promovendo actividades culturais, científicas e pedagógicas, constituindo-se como organização dinâmica voltada para a sociedade.
A partir de 1979 o actual Presidente da Fundação, D. Fernando de Sousa Botelho de Albuquerque, e sua Mulher D. Maria Amélia, adaptam todo o conjunto às actividades culturais de sua iniciativa. 
Com respeito ao já estabelecido foi criado um circuito expositivo alargado e vários novos núcleos de exposição que integram o espólio da Família e o Museu foi remodelado. A adega sofreu obras de recuperação e foi equipada de acordo com novas exigências técnicas. O antigo Lagar de Azeite foi e ampliado e adaptado para constituir a Residência de Artistas.
Desde 1976, 1978 e 1985, respectivamente, a Fundação oferece ao público actividades como: seminários, cursos e festivais de música internacionais, trabalhando em colaboração com instituições públicas nacionais de renome, como por exemplo os Conservatórios Nacionais de Música de Lisboa e Porto, a Faculdade de Medicina de Lisboa, a Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa ou a Sociedade Portuguesa de Psicanálise. A Fundação criou também dois prémios literários (Prémio Morgado de Mateus e Prémio D. Diniz, ambos de 1980), exibe obras de artistas plásticos (quadros, pinturas, etc.) e promove traduções de obras poéticas e sessões de leitura de poesia.
Notas Importantes:
Existem duas modalidades de visita: interior da casa, capela e jardins ou só jardins. As visitas de grupo estão sujeitas a reserva prévia e, quando realizadas ao interior da casa, são guiadas e em grupos de, no máximo, 10 pessoas.
Horários de visitas: de Junho a Setembro, das 9h00 às 19h30; Outubro, Março, Abril e Maio, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00; e de Novembro a Fevereiro, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.
A Casa de Mateus fecha ao público no dia 25 de Dezembro.
Restaurantes em Vila Real:

CaisdaVilla – Restaurante / Winehouse

Email e webpage: geral@caisdavila.com; www.caisdavilla.com
Morada: R. Monsenhor Jerónimo do Amaral - 5000-570 Vila Real (Estação de Comboios Vila Real)
Tel.: 259 351 209; Tlml.: 96 3928050
Coordenadas GPS: Latitude 41.293408º | Longitude 7.739793º

Espadeiro
Morada: Av. Almeida Lucena - 5000-660 Vila Real
Tlml: 91 8974592; 91 7472377

Museu dos Presuntos
Morada: Av.Cidade de Ourense, 43 - 5000 Vila Real
Tel.: 25932601

Terra da Montanha
Morada: R. 31 de Janeiro, 16 – 5000 Vila Real
Tel.: 259372075

Sem comentários:

Publicar um comentário